Fetraf-SC participa de reunião com Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento- MAPA

COMPARTILHE ISSO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na quinta-feira (04), a  Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar de Santa Catarina, esteve em reunião com o Secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Fernando Henrique Kohlmann Schwanke. O coordenador geral da Contraf-Brasil, Marcos Rochinski também participou.

Tendo em vista a previsão de anúncio do novo Plano Safra para a metade do mês de junho, a Contraf Brasil, Fetraf-SC e Federações de outros Estados buscaram, principalmente, compreender e cobrar o governo em relação a pauta apresentada a cerca de 60 dias em audiência com a Ministra Tereza Cristina e medidas que serão anunciadas.

Os pontos tratados se referem a operacionalização, resoluções para prorrogação de dívidas, créditos de emergência e a Resolução Nº4802 que prevê a disponibilização de R$ 20 mil para auxiliar agricultores que foram prejudicados pela estiagem e o bloqueio das DAP`s de alguns agricultores que estão impedidos de acessar novos créditos.

Segundo o Secretário Schwanke, o Ministério está organizando um momento específico para divulgar as medidas relacionadas a Agricultura Familiar que deverá contar com representante da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação – FAO, demanda essa pleiteada pela CONTRAF Brasil na reunião com a Ministra. 

Outro ponto tratado na audiência foi a tramitação do PL 2853/2020 no Congresso Nacional que prevê a criação de um crédito emergencial de R$10 mil para Agricultores enquadrados no PRONAF com juro de 0,5% a.a, um ano de carência, quatro anos para pagar com um bônus de adimplência de 50%.

O Coordenador da Fetraf, Jandir Selzler, destaca a importância deste crédito emergencial.

“Como forma de enfrentamento a este momento de pandemia, estamos elaborando um documento em conjunto com as entidades do campo de Santa Catarina, que solicita aos deputados federais, estaduais e senadores que se posicionem a favor do PL.2853/2020, do crédito emergencial”, conclui. 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Fetraf-SC

MAIS INFORMAÇÕES PARA VOCÊ

Contribuição sindical

Criada na década 1940, a contribuição sindical, deixou de ser obrigatória em 2017. Através da Lei Nº 13.467, que configurou a Reforma Trabalhista. O pagamento